sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Que palhaço

"Vamos dedicar a vitória no campeonato a Pedroto"
Pinto da Costa, na evocação dos 25 anos da morte de Pedroto

Não sei o que se passa nos túneis, mas dentro do campo temos mais pontos, mais golos marcados e menos sofridos. E no relvado, levaste um banho de futebol. Campeão só se fores no arremesso de botas, ou nas cabeçadas dos túneis.

Ainda disse sentir muito orgulho em continuar a pensar como Pedroto e pegando na célebre frase do "roubo da igreja", a propósito de alegados benefícios da arbitragem ao Benfica, disse que, hoje, se falam em "roubos de catedral". Afinal era uma homenagem ou uma sessão de stand-up comedy? Que palhaço.

Claro que para te ajudar a cumprir a promessa, o Vitor Pereira já te nomeou o "amigo" Elmano Santos para Domingo! Contente? São favas contadas.

8 comentários:

  1. um palhaço de merda....

    já com a memória do Rui Filipe fez o mesmo....

    vale tudo para ganhar o campeonato.....

    isto agora vai ser todos os dias até ao final do campeonato....

    as palhaçadas.....

    saudações gloriosas

    ResponderEliminar
  2. De facto, é obra alguém ter a capacidade de destilar tanto ódio!!!!!
    A quantidade que este bicho consegue gerar é tanta que não me admira se morrer afogado no dito.
    Fico no entanto pasmado com pessoas de bem afiliados ao FCP não reagirem e dizerem basta. Não é possivel um Hitler desta natureza continuar a representar nos dias de hoje, tanta gente que de certeza não pode concordar com esta postura.
    Este duscurso é prova provada que vale tudo para ganhar um miserável campeonato!
    Já não acredito no ditado que diz que todo o cão tem o seu dia!

    ResponderEliminar
  3. Esse gajo (o pc) devia era estar lado a lado com o esterco do pedroto há muito tempo: morto e enterrado.

    ResponderEliminar
  4. Pá não lhe batam tanto. Eu tenho é pena. Como é possivel alguém ser tão pequeno, tão tacanho, tão ressabiado. Sinceramente não lhe nutro nenhum ódio, só mesmo pena, como a pena que sinto do velhilho que anda ali na rua a chamar nomes aos transeuntes sem saber em que mundo vive.

    Mas fora isso, vamos ter muita atenção porque como eles já viram que não nos ganham em campo, agora vão fazer tudo o que puderem fora de campo. Atenção aos senhores de preto que geralmente jogam com a camisola das riscas azuis e brancas por baixo!

    ResponderEliminar
  5. Grandes arbitragens fizeram Benquerença e Lucilio. O PC não está habituado a gajos tão honestos.

    ResponderEliminar
  6. tu também és um grande otário e bronco. JAVARDO

    ResponderEliminar
  7. Tou a ver que também sois da opinião que o luisao nao tinha intençao de agredir o árbitro...

    ResponderEliminar
  8. Aquilo que parecia ser uma homenagem a José Pedroto, 25 anos após a sua morte, pelo presidente do FC Porto, transformou-se num discurso incendiário com sinais de sobrenatural, desrespeitando a presença de amigos e familiares do antigo treinador em prol do odioso inimigo vermelho. Temo, porém, que o discurso perante tão estimado auditório serviu para expurgar pecados passados em que ambos foram unha com carne: a insubordinação perante Américo de Sá, no famoso "verão quente", os ataques insultuosos a Mário Wilson, a vergonhosa intimidação da Selecção Nacional, na estação de Campanhã, utilizada como arma de arremesso numa ridícula guerrilha Norte-Sul. A constante diabolização de "Lisboa a arder" valeu a união e o apoio mútuo entre sportinguistas e benfiquistas, na temporada de 79/80, onde venceram campeonato e taça, impensável nos dias de hoje. Porque movimentos descentralizadores, regionalistas, apesar de terem razão de existirem numa perspectiva de desenvolvimento, não são consentâneos com discursos brejeiros, revanchistas, que se traduzem num complexo de inferioridade bolorento.

    http://dylans.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar