sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Um exemplo para todos

O antigo avançado do Benfica e da selecção nacional José Torres faleceu esta madrugada, aos 71 anos de idade. Vencido pela equipa do Alzheimer, partiu José Torres deixando Portugal mais pobre.

Foi atleta do Benfica, poderia ter sido do Sporting, do Porto, ou de qualquer outro clube. Mas, homens assim, com dimensão (até na altura) acima da média, fazem falta na sociedade portuguesa. Bom descanso.

2 comentários:

  1. O Benfica perdeu um dos maiores símbolos de todos os tempos, que continuará a viver na nossa memória.
    Descansa em paz Torres.
    Até sempre.

    ResponderEliminar
  2. Só é pena o Benfica tratar uma Glória que diz ser sua da forma como o fez; ignorando-o, deixando-o passar dificuldades financeiras, mesmo na hora da doença! Não foi o Torres da época "dourado" do Eusébio, Simões, Coluna, ... e outros. Porque abandonaram o Torres? Um homem simples, cordial, que não merecia o "esquecimento" de anos seguidos...
    Lembram-se agora, depois de passar para o outro lado, que era uma glória do Benfica
    Pena o futebol tratar ssim quem o serviu e merecia mais consideração.

    PAZ à sua alma. "Deixem-me sonhar", foi a frase mais bonita que ouvi no futebol; pena foi que essa linda página, com o golo de Carlos Manuel, tenha sido "estragada" com Saltilho (1986).

    Também esteve ligado ao célebre quarteto de treinadores que nos levou a França 1984: das páginas mais bonitas do futebol português.
    Como é que um Senhor assim pode ser "esquecido"? O Benfica e a FPF deviam fazer uma "mia culpa", em vez de andarem a dizer palavras que o vento leva e que não fazem diferença ao sofrimento que passou.
    Tristeza, digo; no futebol como noutras actividades há sempre os privilegiados e os "esquecidos" - HONRA aos esquecidos como o TORRES!

    ResponderEliminar